Motivação da iniciativa à acabativa.

Sempre que iniciamos um projeto, um relacionamento, ou qualquer atividade, começamos com bastante motivação, com muita força para vencer todos os obstáculos que poderão surgir.

Porém, muitas vezes essa motivação vai diminuindo e o projeto não é concluído, o relacionamento não dá certo e aquela atividade, que poderia mudar a nossas vidas, não sai nem do imaginário.

Por isso, eu te provoco hoje com o questionamento: Como manter a mesma motivação da Iniciativa à Acabativa?

Já entendemos que, para iniciar um projeto corretamente, o ideal é que seja feito um planejamento e um plano de ação com prazos, para que a execução seja realizada conforme o planejado. 

Porém, alguns obstáculos ou objeções não são possíveis de serem planejados e superá-los pode ser um grande desafio para a acabativa de um projeto.

Vamos entender como manter a motivação para concluir nossos projetos!

O que é motivação?

A palavra Motivação significa Motivo para Ação. Ou seja, a motivação representa aquilo que te move a ir em frente, estimulando a alcançar suas metas e realizá-las.

Porém, nós humanos, somos diferentes uns dos outros. O que me motiva não necessariamente irá te motivar e aquilo que você faz com muita facilidade, por ser algo que você realmente gosta de fazer, pode ser um grande esforço para mim.

Por isso, a motivação é algo interno e para entender o que nos motiva de verdade, fica mais fácil quando temos autoconhecimento, entendemos quais são nossos reais valores, nosso propósito, o que nos move.

Há duas formas de motivação, a causada pelo amor, por gostar do que se faz, de fazer por prazer. E a causada pela dor, aquela que é mais uma obrigação, uma real necessidade de cumprir algo, mesmo que não queira.

Motivação por amor 

A motivação por amor é o estímulo de ação quando queremos realizar um sonho, fazer algo que realmente gostamos ou fazer aquilo que, sem perceber, nos deixa animados. 

Geralmente nós atingimos os resultados por conta desta animação, fazendo o planejamento e a execução das ações corretamente.. 

A motivação por prazer resulta em um trabalho com mais dedicação, planejamento e organização. 

Motivar-se pelo prazer é o segredo das mentes brilhantes, fazer o que gosta acima de qualquer outro benefício.

Motivação por dor ou obrigação

Outro fator muito importante para a motivação, porém bem menos interessante é quando precisamos realizar algo por apenas necessidade, obrigação, algum incômodo ou para evitar impactos negativos.

Apesar de muito comum, afinal os prazos vencem, os compromissos devem ser respeitados e as promessas cumpridas, esse tipo de motivação transforma a atividade em um grande desafio.

Transformando em um trabalho árduo que pode resultar em estresse, frustração e  desânimo, chegando à falta de acabativa.

Por isso, é importante aprendermos como lidar com essas situações e sempre buscarmos motivações de amor em meio às motivações de dor.

Não se preocupe se você se identificou como quem se motiva mais pela dor do que pelo amor, isso acontece com a maioria das pessoas por conta de alguns fatores. 

Vamos entender melhor abaixo.

Principais fatores que estimulam a desmotivação

Como eu já disse anteriormente, cada um reage de um jeito com a motivação e com a desmotivação e isso tem a ver com nossos valores, missão, propósitos, estilo de vida, hábitos, entre tantas outras questões.

Os principais fatores que atrapalham nossa motivação e, muitas vezes, levam à falta de acabativa são:

Falta de propósito

Fazer o que não gostamos ou que não tem nada a ver com a gente, exige grande esforço para a sua realização. Já que fere nossos princípios ou se torna algo massante e a sua conclusão torna-se cada vez mais distante.

Dificuldade 

Algumas tarefas podem ser mais complexas, de acordo com o nosso nível de conhecimento, habilidades e prática. E lidar com essas tarefas pode ser um motivo de grande procrastinação, esperando o momento certo ou o conhecimento técnico para a sua realização.

Não saber fazer tudo

Para algumas pessoas a questão “não saber fazer tudo” pode causar até estranheza, já que é impossível alguém entender de tudo. Porém, muitas pessoas sentem tamanha insegurança em determinadas situações que o perfeccionismo aflora, limitando a sua motivação.

Não ter os recursos necessários

A falta de recursos financeiros, humanos ou tecnológicos podem impactar negativamente a nossa motivação, nos deixando sem saber como continuar a execução dos nossos projetos.

 – Falta de paciência

Geralmente, quando iniciamos um projeto, nossa motivação está muito forte na fase da iniciativa, com tudo muito bem planejado, cada etapa bem elaborada, não tendo como algo dar errado.

E, com essa empolgação toda nós não esperamos o tempo necessário para a consolidação do projeto antes dos resultados.

O imediatismo atrapalha a nossa motivação, trazendo impaciência para cumprir objetivos de longo período de realização, além da falta de persistência.

3 estratégias e 1 segredo para se manter motivado

Com esses fatores desmotivantes mais claros, conseguimos pensar em estratégias para manter a motivação da Iniciativa à Acabativa.

Então, eu resolvi trazer 3 estratégias e 1 segredo que podem manter nossa motivação. As mesmas podem ser utilizadas tanto individualmente quanto somadas, deixando a motivação ainda mais forte.

Estratégia 1 – Pequenas Metas

As metas, geralmente, são atreladas a grandes desafios, exigindo grande pressão para a sua realização. 

Aqui, elas devem ser encaradas como um fator positivo, como degraus que nos levam rumo à nossa vitória.

Devemos transformar nossas metas em pequenas metas, aquelas de fácil e rápida realização, diminuindo a complexidade de grandes atividades, facilitando a chegada em um objetivo maior.

É como se a nossa motivação fosse uma bateria, que apesar de muito potente, tem uma baixa durabilidade. Por isso, precisamos usar sua energia para atingir as metas de acordo com o seu tamanho, caso contrário, a energia poderá acabar antes de chegar à acabativa.

Estratégia 2 – Modelagem

Segundo a Programação Neurolinguística (PNL), a modelagem é utilizada como um exemplo e inspiração. 

Podemos nos inspirar na trajetória de alguém que chegou onde queremos chegar. Analisar cada detalhe e entender o que essa pessoa fez, o que deu certo e o que deu errado, o que ela pensava em cada etapa.

Afinal, se isso já foi feito antes, porque querer reinventar o que já está pronto?

Estratégia 3 – Correr atrás

Falamos agora a pouco que a falta de recursos é um dos principais fatores de desmotivação em um projeto. Por isso, esta estratégia 3 é tão importante.

Devemos correr atrás dos recursos necessários para executar uma atividade. 

Esse recurso pode ser um aprendizado, uma conquista como uma pequena meta, pode ser delegado a alguém, pode ser emprestado de alguém ou até mesmo terceirizado a um profissional especialista. 

Ele só não pode ser um obstáculo.

O Segredo para se manter motivado

E, como prometido, além destas 3 estratégias, existe um segredo que nos auxilia a manter a motivação até a acabativa: a recompensa.

Devemos nos recompensar ou comemorar a cada tarefa executada, considerando toda a nossa trajetória até concluí-la e sentir a satisfação deste momento.

A cada conclusão e comemoração de uma pequena meta, é como se a nossa bateria fosse recarregada para atingir a próxima etapa.

Até mesmo motivações causadas pela dor ou obrigação devem ter suas pequenas metas comemoradas, assim, essa atividade torna-se mais leve, menos “dolorida”.

Conclusão

Concluindo nosso assunto, a motivação é algo que vem do nosso interior, está diretamente relacionada às nossas emoções, à nossa visão de mundo e como nos relacionamos com o ambiente externo.

Por isso, mesmo em momentos de dificuldades, precisamos enxergar motivos positivos para a ação, transformando assim em atividades mais leves de serem cumpridas.

“A motivação é interior, faz parte do nosso propósito. Não espere motivação de ninguém ou de um fator externo.”

Karla Pierri

Um comentário em “Motivação da iniciativa à acabativa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: