A importância do Propósito para nossa evolução

Algumas pessoas sentem que estão ficando para trás quando se comparam com outras da mesma faixa etária ou que cruzaram sua trajetória em determinado momento.

Apesar de sabermos o quanto a comparação é prejudicial porque consideramos apenas um ponto e não todo o contexto, esse sentimento é muito comum. 

Eu mesma, achava que as coisas demoravam para acontecer em minha vida. Foi assim desde quando entrei na faculdade de Administração e fiz estágio com 24 anos. Parecia que eu estava atrás de todo mundo.

Hoje eu consigo enxergar o que eu não fiz antes para ter resultados diferentes. 

Algumas coisas podem impedir nossa evolução e, por incrível que pareça, uma delas é a nossa verdadeira vontade de seguir por esse caminho.

O que impede nossos sonhos?

Em uma análise mais profunda sobre o que impede a nossa evolução rumo a grandes realizações, nos deparamos com 3 fatores: autossabotadores, crenças e o fato de não querermos.

Já falamos um pouco sobre os Sabotadores no artigo Os sabotadores e a falta de Acabativa e, em breve, vamos abordar mais sobre a autossabotagem. Nos próximos dias, também vamos falar sobre as nossas crenças limitantes e fortalecedoras.

Neste momento, vamos entender melhor sobre o fato de não querermos que algo realmente aconteça.

Quando temos um objetivo e, por mais que a gente tente e se esforce, o mesmo não avança, é necessário parar, respirar e refletir.

Precisamos entender o quanto realmente queremos que aquilo aconteça ou estamos apenas batalhando por algo que é interessante para os outros e não para nós mesmos.

Não importa se há uma influência externa. Se uma parte de você não quiser que isso aconteça, não vai acontecer.

Geralmente é mais difícil de identificar e assumir que não queremos algo que estamos batalhando tanto para acontecer.

Fique tranquilo que eu vou te ajudar a identificar essa questão e te apresentar um caminho mais seguro para seguir em frente.

Falta de vontade

Quando insistimos em algo que não queremos, sem propósito, podemos estagnar nossa evolução.

Conforme falamos um pouco no artigo Procrastinação: Você tem deixado as coisas para depois?, a falta de propósito é um dos grandes fatores que nos ajudam a procrastinar. Justamente por não sabermos o porquê estamos fazendo determinada coisa ou por fazermos mesmo sem ter sentido para nós.

Por isso, quando nos depararmos com situações que exigem muito esforço e trazem pouco resultado, sugiro uma pausa para reflexões como estas:

É isso mesmo que eu quero?

Estou preparado para as consequências desta ação?

Estou preparado para assumir esta responsabilidade?

Isso realmente é importante para mim?

Qual o real valor desta ação?

Não fique chateado se a maioria das suas respostas forem negativas. Pelo menos assim, você conseguirá identificar se está caminhando para a direção contrária da sua realização.

Ações que não estão relacionadas ao nosso propósito, não serão realizadas com facilidade, exigindo grande esforço e trazendo desgastes e frustrações.

Segundo o autor Roberto Tranjan, a falta de sentido cria uma porção de tarefas sem significado. “Não existe desespero maior do que viver sem sentido. E o sentido da vida, bem como o seu significado, só acontece quando se descobre e vivencia um propósito.”

Por isso, é mais interessante identificar qual é o nosso propósito para optarmos por objetivos que tenham mais a ver com nossos valores.

Afinal, o que é propósito?

Propósito é aquilo que nos motiva. É o motivo principal pelo qual levantamos da cama diariamente e que nos dá ânimo para atingir nossos objetivos.

É a nossa melhor intenção, para nós e para quem a gente gosta.

Não significa que ações voltadas ao nosso propósito serão mais fáceis de serem realizadas, porém, conseguiremos manter a mesma motivação desde a iniciativa à realização.

Segundo o Sri Prem Baba, em seu livro “Propósito”, ao reconhecermos nossa verdadeira identidade, nos tornamos livres para ser quem somos.

Logo, a melhor forma de identificarmos nosso propósito é com autoconhecimento!

Autoconhecimento

O autoconhecimento é olhar para dentro de nós mesmos e entender as nossas virtudes, defeitos, forças e fraquezas.

Compreender melhor nossos pontos positivos e negativos nos permite lidar melhor com algumas situações, como: utilizar nossos pontos positivos a nosso favor, buscar melhorias para nossos pontos negativos e também saber quando continuar em uma jornada ou quando recalcular a rota se o caminho que estamos seguindo é contrário ao que buscamos.

O autoconhecimento é a compreensão de cada detalhe interno, sejam pensamentos, emoções ou vontades.

Por isso, o que faz sentido para nossas vidas é o que vem dentro e não os fatores externos ou influências do meio, da sociedade.

Autorresponsabilidade

Até aqui, o conceito de propósito é bem bonito e motivacional: olhar para o nosso interior e trazer o que há de melhor dele. 

Porém, para que nossos objetivos aconteçam e estejam alinhados com nosso propósito, precisamos assumir a responsabilidade de nossas ações.

Sem percebermos que somos responsáveis por nossas próprias vidas, transferimos a nossa culpa para as circunstâncias ou para outras pessoas. 

Logo, a autorresponsabilidade é a capacidade racional e emocional de nos responsabilizarmos por tudo o que acontece em nossas vidas, sendo ações positivas ou negativas.

 E, quando isso acontece, nos empoderamos e somos impulsionados a buscar por nossos objetivos.

Por isso, vale mais uma pausa para a reflexão abaixo:

Estou terceirizando a minha vida pessoal e/ou profissional? 

Estou esperando alguém me notar ou o reconhecimento do meu líder?

Eu consigo conquistar o que eu quero sem depender de outras pessoas?

Por enquanto, consigo te ajudar com uma questão: para sermos líderes de nossas próprias vidas, precisamos identificar nosso propósito!

Então vamos lá?

IKIGAI

Algumas ferramentas, que são utilizadas em processos de coaching, nos ajudam a encontrar nosso propósito.

Uma ferramenta muito legal e muito utilizada é a Mandala Ikigai.

Criado no Japão, Ikigai é um termo que representa nossa motivação para viver.

Apesar de ser específica para o propósito profissional, a mandala Ikigai é uma ferramenta de autoconhecimento que aborda diversas áreas e intersecções da vida pessoal e profissional.

Ela nos ajuda a identificar nosso propósito através do que gostamos de fazer, fazemos bem, ajudamos outras pessoas e o que nos faz ganhar dinheiro.

Para encontrar o Ikigai, precisamos preencher a mandala com as respostas das seguintes perguntas:

O que eu amo fazer?

O que eu faço bem feito?

O que o mundo precisa?

Pelo que eu posso ser pago?

Para iniciar o preenchimento, precisamos listar tudo o que amamos fazer. 

Depois, selecionamos as atividades que fazemos melhor. 

Dentre elas, identificamos as que podem nos remunerar por sua realização. 

E, por fim, identificamos a atividade que traz impactos positivos para nós mesmos, para outras pessoas ou até mesmo para o mundo.

A síntese entre essas quatro áreas é o nosso propósito de vida! 🙂

O propósito é algo genuíno e, quando há uma pressão ou ansiedade para identificá-lo, é possível interferir em seu resultado real. Então, tenha calma!

Coragem

Segundo o filósfo Friedrich Nietzsche e reforçado pelo psiquiatra e prisioneiro de um campo de concentração nazista, Viktor Frankl: “Quem tem um PORQUÊ, enfrenta qualquer COMO.”

Esse “porquê” é o PROPÓSITO e o “como” é a CORAGEM.

Ou seja, quando temos nosso propósito definido, conseguimos ir muito mais longe. Porém, precisamos ter coragem de sermos quem somos e viver nosso propósito com tranquilidade e completude.

Para termos sucesso, não basta descobrirmos o propósito da nossa vida, precisamos ter coragem para realizá-lo!

“Às vezes precisamos abandonar a vida que havíamos planejado porque já não somos mais a pessoa que fez aqueles planos.”

Autor desconhecido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: